Adicione aos Favoritos

A Miss Angola Leila Lopes, é um misto de beleza, simpatia e timidez”, A jovem de 25 anos deu uma pausa no 2.º Ano do curso de Gestão de Empresas, na Universidade de Ipswich, na Inglaterra para realizar um sonho: ser eleita a Mulher Bela de Angola Numa entrevista divertida, falou-nos sobre os seus sonhos e ambições, Leila começa se assumir como forte candidata para estar entre os 5 primeiros lugares no miss Universo, a ter lugar no Brasil


Platina Line: Leila, foste coroada Miss Angola 2011, sempre sonhou ser Miss Angola um dia? E como encara a responsabilidade que tem ao carregar este título?

leilalopez123Leila Lopes: Sim, sempre sonhei ser Miss Angola. É uma honra poder ser a representante da beleza angolana e ao mesmo tempo uma enorme responsabilidade, pois estou encarregue de defender o meu país nos seus diversos aspectos, sociais e culturais.

P.L:Quem realmente incentivou-a a participar neste concurso e quais foram os maiores receios que você teve?

L.L: A minha família foi quem mais me incentivou, pois desde criança que diziam que um dia eu seria a Miss da famila! Mas os meus amigos também contribuíram muito, foram eles que me ajudaram a superar os maiores receios: timidez e o medo da derrota.

P.L:Tenho reparado que de algum tempo para cá, as candidatas ao Miss Angola vindas do exterior do país têm mostrado uma maior desenvoltura e por vezes mostrando-se muito melhor preparadas... Concorda com isso?

L.L: Não, isso é relativo. É possível encontrar fortes candidatas cá e no estrangeiro penso que tem a ver com a pessoa e não com o país ou província de origem.

P.L:Certamente ficou bastante satisfeita com o resultado do concurso. Era o que realmente esperava?

L.L: Com certeza. Seja qual for a competição o objectivo é sempre um, a vitória.

P.L:Hoje na sociedade humana, a beleza e o corpo perfeito são quase que uma obsessão e tidas como imperativo de felicidade. Hoje, para muitos, o protótipo de mulher e mulher perfeita é a magra, esbelta e bela. Muitas vezes para atingir-se tal “perfeição”, é necessario certas alterações físicas e dai recorrer-se a práticas cirúrgicas. É apologista de cirurgia estética em nome da beleza?

L.L: Eu sou apologista de que o ser humano deve fazer o que estiver ao seu alcance para o seu próprio bem estar.

leila_8

P.L:Hoje, como Miss Angola, o que acha necessário para que uma mulher possa alcançar este título? E que conselho dá a todas aquelas que sonham um dia ser coroadas rainha da beleza angolana?

L.L: Sou de opinião que embora seja um concurso de beleza, a mulher não deve nunca apegar-se apenas a este factor. Há muitos outros que contribuem bastante para que a mulher possa alcançar tal título tais como: inteligência, carisma, simpatia, solidariedade, disponibilidade, etc. O conselho que deixo é que saibam lutar por aquilo que desejam e ponham sempre os estudos em primeiro lugar, a beleza nasce conosco, mas a inteligência vai sempre depender do empenho de cada uma para que se desenvolva .

P.L:Rolaram alguns boatos e conversas de bar que sempre esteve bastante confiante, parecendo antevêr a decisão do corpo jurado. Isso corresponde a verdade?

L.L:Tinha noção de que era uma das favoritas, e estava confiante, pois penso que a confiança é um enorme triunfo em qualquer competição.

P.L:Para si, o que é necessário para que uma mulher seja considerada “mulher de mérito” , ou seja, para que a sociedade, a familia, amigos a vejam como exemplo e inspiração?

L.L: É necessário que ela tenha carácter, seja simpática, solidária e inteligente.

leila_5

P.L:De acordo a experiência que tem vindo a adquirir com este titulo, qual tem sido para si a parte mas dificil em ser Miss Angola e quais a vantagens que o titulo lhe trouxe até agora?

L.L: Devido ao meu projecto social que é a luta pela dignificação de crianças e jovens desfavorecidos tenho visto de perto o que é ser pobre, e cada dia uma história mais surpreendente e comovente que a outra. Felizmente graças a esse título tenho desempenhado varias acções de carácter social e poder suprir as necessidades do meu povo, é com certeza a maior vantagem que o título me esta a dar.

P.L:Sabemos que também é manequim agenciada. Conte-nos um pouco como começou e tem sido este outro lado de si...


L.L: Tudo começou quando disse a um primo que precisava de umas aulas de passerelle para que pudesse ter uma boa performance no concurso, ele apresentou-me o Hadja que felizmente gostou de mim e disse que me podia ajudar e independentemente do resultado do concurso eu seria agenciada por ele. Aceitei e graças aos ensinamentos dele saí-me bem em ambos os concursos e já fiz o meu primeiro desfile internacional que foi na África do Sul, o Joanesburg Fashion Week, onde tive a oportunidade de desfilar e conhecer o melhor estilista de África, David Tlale.

P.L:Algumas pessoas dizem que há muito preconceito e competitividade a todo custo no mundo da moda... Concorda com isso?

L.L: Concordo. Há cada vez mais exemplos do que os jovens são capazes de fazer para singrarem nesse mundo e penso que tudo isso deve-se ao preconceito e tamanha competição .

P.L:Infelizmente, pessoas há que não associam o facto de uma mulher ser muito bonita e atraente ao factor da mesma ser igualmente muito inteligente... Qual a sua opinião concernente a este tipo de pensamento?

L.L: Penso que não se deve generalizar e julgar ninguém pela aparência assim como beleza externa, o ser humano possui também beleza interior… cabe a ele querer e saber desenvolvê-la.

P.L:Estabelecer-se-á definitivamente em Angola? E o que sente mas falta quando está fora do país?

L.L: Pretendo voltar assim que terminar o meu reinado, mas so para concluir os meus estudos. Da família, amigos , comida, música e da alegria contagiante do povo.

P.L:Sendo actualmente Miss Angola, Manequim...que outros planos tem reservado para sua vida profissional?

L.L: Pretendo concluir o meu curso de gestão de empresas e tornar-me numa grande empresária.

leila

P.L:Naturalmente, por ser uma mulher muito bonita e representante oficial da beleza angolana, é fantasia de muitos homens...(risos)...Se fosse convidada a pousar nua para uma revista masculina, aceitaria? Porquê?

L.L: Não, porque vai muito além dos meus princípios.

P.L:O coração da Leila tem dono?

L.L: Tem.

P.L:Se não estivesse inclinada para o mundo fashion, que outra área lhe fascinaria?

L.L: Educação. Adoro ensinar.

P.L:O que mais gosta em si, fisicamente e em sua personalidade? E o que menos gosta?

L.L: Fisicamente: olhos e boca e em minha personalidade gosto da minha alegria, simpatia e espontaneidade.

P.L:Acha-se uma mulher consumista?

L.L: Não. Mas confesso que cometo alguns exageros.

P.L:Qual o Look que usa no seu dia-a-dia? Qual a marca e quem é o seu estilista de preferência?

L.L: Devido ao meu estatuto devo optar pelo mais formal. Mas uma calça jeans, um top e um belo par de sapatos altos ainda é o meu look favorito. Nacionais: Dina Simão e Nadir Tati, internacionais: David Tlale e Victoria Beckam.

P.L:Para si, o que significa a felicidade e realização profissional? Sente-se uma mulher realizada?

L.L: Eu penso que a felicidade é um estado momentâneo, e nada mais, nada menos do que a realização de desejos e necessidades do indíviduo. Não, ainda tenho muitos desejos por se realizar.

P.L:Qual o seu destino de sonho e por quê?

L.L: Benguela, minha terra, lá eu encontro paz e sossego. A cidade é calma e bonita, e um lugar que me proporciona boas lembranças da minha infância e adolescência.

P.L:Qual o seu estilo de música de eleição e que tipo de literatura gosta?

L.L: Sou de fases e leio conforme o estado de espírito. Geralmente ouço e leio tudo que desperta o meu interesse.

leila_lopes_3

P.L:Infelizmente, hoje nos deparamos todos os dias com a falta de virtude, bons habitos de moral na juventude. Como jovem que é, que conselhos deixa aos jovens?

L.L: É importante que saibamos preservar os nossos valores. Mais do que apenas viver é importante saber viver em sociedade; amor e respeito ao próximo são valores indispensáveis para a boa conduta de um jovem.

P.L:Infelizmente, a vossa participaçao no Programa do Jó recebeu inúmeras críticas sobre as gafes e falhas por muitos considerados normais e por outros inaceitáveis. O que houve naquela noite?

L.L: Gostaria de poder ter feito diferente!

P.L:Estaria disposta a pedir desculpas aos Angolanos pelo sucedido?

L.L: Com certeza. Já o fiz num programa de rádio.

P.L:A nossa coluna “Saltos & Papelada”, é também um veículo para incentivar as mulheres a jamais deixarem de sonhar e com determinação, coragem e profissionalismo lutarem por seus ideais... Que conselho e incentivo deixa para as nossas leitoras?

L.L: Que vivam a vida sempre da melhor e mais correcta forma possível, não desistam dos seus objectivos, pois a esperança é a ultima a morrer, e com persistência e dignidade se vai longe

FONTE: PLATINA LINE

Riptors
Curta-nos no Facebook Tema produzido por: Leonardo freitas Adicione aos Favoritos
download de filmes, Filmes Online, Assistir Filmes, Download de Filmes, Filmes para Download, Filmes Para Baixar, baixar filmes, Filmes para download, filmes e séries